Mesas Redondas


SIMPASE - MESA REDONDA 1

Data: 15 de agosto de 2017

Horário: 17h30 às 19 hs

Moderador: Iony Patriota de Siquira (SC B5 / Tecnix)

Primeiro Debatedor: Marcos Baeta Miranda

Tempo: 20 min

Biografia: formado pela Universidade Federal de Juiz de Fora em 1987,  funcionário da CEMIG GT há 15 anos. Engenheiro de planejamento elétrico da área de proteção de linhas e equipamentos de alta tensão, sendo também professor da Faculdade Pitagoras onde ministra os de SEP1 e SEP2 e automação industrial.

Título: Uso de modelamento 3D de pátios de subestações e casas de controle em realidade Virtual

Descrição: O uso das tecnologias em computação gráfica  3D, simulando em realidade virtual os ambientes das instalações e estações de um sistema elétrico de transmissão e geração e o funcionamento dos equipamentos a eles pertencentes e seus inter-relacionamentos elétricos e mecânicos surgiu da necessidade de compreender as ocorrências prováveis em uma subestação e sua automação de maneira real e sem danos ao sistema elétrico e aos operadores, como manobras, abertura de chaves e disjuntores, análise de riscos, perturbações, faltas em linhas, arranjos e novas obras.

   Hoje, através de ferramentas 3D podemos criar ambientes simulados por computador praticamente idênticos aos da vida real. O uso de simuladores teve origem na indústria aeroespacial e hoje esta presente em plataformas de COSs  modernos e inteligentes, interagindo com os despachantes em tempo real.  O objetivo do uso de ferramentas 3D é facilitar a visualização e o entendimento das equipes envolvidas no processo de liberação de equipamentos e dos agentes responsáveis pela geração, transmissão e distribuição de energia elétrica de campo e de engenharia.

 

Segundo Debatedor: Davidson Geraldo Ferreira

Tempo: 20 min

Biografia: Graduado em Engenharia Elétrica, em 1982, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais em 2007 com a dissertação "Visão Integrada da Automação dos Processos de Operação e Manutenção de Sistemas Elétricos de Potência". Trabalhou 30 anos na Companhia Energética de Minas Gerais, como engenheiro especialista em automação de sistemas elétricos de potência. Professor da PUC-MG, desde 1987, ministrando aulas em diversas disciplinas práticas e teóricas. Coordenador dos cursos de pós-graduação: Automação de Sistemas Elétricos e Setor Elétrico. Atua como consultor em automação de sistemas elétricos de potência.

Título: Novas tecnologias aplicáveis em Automação de Subestações

Descrição: A palestra abordará inicialmente, de uma forma geral, as principais tecnologias que estão sendo utilizadas e seus impactos na automação de subestações. Será feita uma contextualização destas tecnologias no âmbito da filosofia preconizada para Smart Grids. Em seguida será focada na utilização da análise de imagens, através do uso de câmeras convencionais e termográficas. As empresas de energia elétrica têm identificado a necessidade de incluir imagens de seus equipamentos das subestações para disponibilizar em seus Centros de Operação e para equipes de manutenção. Essas imagens tornam-se fundamentais para operação remota das subestações

tele assistidas das empresas. Uma das aplicações a serem apresentadas será a manobra remota segura de chaves seccionadoras a partir dos Centros de Operação de Sistemas Elétricos. Outra aplicação que será abordada consiste no uso das imagens termográficas para realizar monitoramento e diagnóstico de falhas em transformadores das subestações. No final será apresentada uma visão da integração da automação dos processos de operação e manutenção de sistemas elétricos.

 

Terceiro Debatedor: Alexandre P. Alves da Silva

Tempo: 20 min

Biografia: Possui graduação em Engenharia Elétrica pela PUC-Rio (1984), mestrado em Engenharia Elétrica pela PUC-Rio (1987) e doutorado em Engenharia Elétrica pela University of Waterloo (1992). Foi Professor Visitante na University of Washington em Seattle, EUA (1999). Trabalhou na Universidade Federal de Itajubá de 1993 a 2002, onde foi coordenador do Curso de Especialização em Sistemas Elétricos (CESE). Foi professor titular da UFRJ (COPPE) de 2002 a 2011. Desde 2011 é Diretor de Pesquisa e Tecnologias Industriais para a América Latina no Centro de Pesquisas da GE no Rio de Janeiro. Sua experiência na área de Controle e Automação está registrada por mais de 50 projetos em parceria com concessionárias de energia elétrica e com a indústria de petróleo & gás. Publicou mais de duzentos artigos completos, sendo 44 em periódicos e 8 em capítulos de livros publicados no exterior. Orientou 40 alunos de pós-graduação. O Dr. Alexandre Pinto Alves da Silva foi pesquisador 1B do CNPq e foi membro de seu Comitê Assessor. Ele tem contribuído nos últimos 25 anos para o desenvolvimento da aplicação de sistemas inteligentes em sistemas elétricos de potencia. Foi Chairman do Intelligent System Sub-Committee da Power and Energy Society do IEEE e é Fellow do mesmo instituto. No Brasil, foi Editor Associado da Enciclopédia de Automática: Controle & Automação, obra publicada pela Editora Blucher em 3 volumes, que recebeu o prêmio Jabuti. As publicações do Dr. Alves da Silva já mereceram mais de 1500 citações.

Título: Pesquisa e Inovação na área de SmartGrids.

Diretor de Pesquisa e Tecnologia de Sistemas Inteligentes do GE Global Research Center, Rio de Janeiro.


 


SIMPASE - MESA REDONDA 2

Data: 16 de agosto de 2017

Horário: 17h30 às 19 hs

Moderador: Paulo Gomes (ONS)

Primeiro Debatedor: Marco Antonio Fernandes Ramos

Tempo: 20 min

Biografia: Graduado em Engenharia Elétrica em 1992 na Universidade Santa Úrsula-USU e Título de Mestrado em Engenharia Elétrica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, obtido em 2002. Desde 1993 trabalha em FURNAS Centrais Elétricas SA, como Engenheiro de Proteção. Tem participado no desenvolvimento do Sistema de Oscilografia de FURNAS e automação de processos com equipamentos ligados a área de Proteção de Sistemas Elétricos. Hoje é responsável pela Gerência de Proteção e Automação - GPA.O de FURNAS e é membro individual do Cigré atuando em subgrupos de trabalho do CE-B5 (Proteção e Automação).

Título: Sistemas de Automação em Furnas

 

 

Segundo Debatedor: Rogério Antônio Silva

Tempo: 20 min

Biografia: Graduação em Engenharia Elétrica pela  Universidade de Brasília UnB e Especialização em Proteção de Sistemas Elétricos pela Universidade Federal de Itajubá, empregado da Eletronorte desde 1984 onde atualmente é Gerente do Departamento de Proteção e Automação.

Título: Sistemas de Automação na Eletronorte (título provisório)

 

Terceiro Debatedor: Hector A. R. Volskis

Tempo: 20 min

Biografia: Nasceu no Rio de Janeiro em janeiro de 1962. Em 1984 se graduou em Engenharia Elétrica-Ênfase em Sistemas de Potência pela Universidade Federal Fluminense-UFF. Pós graduou-se em Engenharia de Computação pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro-UERJ, Engenharia Econômica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ e Sistemas de Controle pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC. Trabalhou na Hidroservice e Eletrobrás. Trabalha atualmente no ONS desde 1999 com Engenheiro Especialista na área de Supervisão e Controle e é responsável por identificar novas tecnologias de apoio à tomada de decisão em Tempo Real. Está atualmente trabalhando no projeto de implantação dos Centros de Controle do Sistema de Medição Sincrofasorial do ONS. Anteriormente trabalhou na implantação do atual Sistema de Supervisão e Controle do ONS (Sistema REGER desenvolvido pelo consórcio Siemens-CEPEL). Áreas de interesse: Sistemas Sincrofasoriais, Ferramentas de Análise de Redes voltadas para o apoio à tomada de decisão no Tempo Real (Estimador de Estado, Fluxo de Potência, Análise Eletromecânica, etc.) e Simuladores de Treinamento.

Título: Aplicações da tecnologia sincrofasorial nos centros de controle do ONS

Descrição: Apresentar o SMSF-SIN (Sistema de Medição Sincrofasorial do Sistema Interligado Nacional): características e benefícios para o Sistema Interligado Nacional - SIN. Além disso, descrever as características do projeto em curso para a implantação dos Concentradores de Dados Sincrofasoriais do ONS, descrevendo as ferramentas de apoio à tomada de decisão em tempo real e as ferramentas de apoio às análises de distúrbios, todas baseadas em medições sincrofasoriais.